mais uma sobre expectativa

Todas as minhas expectativas foram perdidas.
Passei tempos procurando meios de como recuperá-las, porém, foi impossível encontrar qualquer brecha que as fizessem retornar.

Não ter expectativas é bom. Graças à sua ausência, conheci as melhores pessoas e tive os melhores momentos da minha vida. A maior surpresa que a vida já me deu.
Graças à sua falta, tenho esquecido as coisas que me machucam com facilidade. Na verdade, nem chega a doer. Passa de forma como se nunca tivesse existido.

Não ter expectativas, parece triste, mas na verdade faz bem. Você se machuca menos e se surpreende mais. Vive melhor e com mais intensidade cada história.

mais um dia

Fiquei paralisada, sentindo a água quentinha do chuveiro cair em meu rosto. Me senti flutuar, como se não houvessem problemas e sacrifícios fora dali.

A porta do banheiro estava aberta – um vento frio veio me atrapalhar – avisando que era hora de encarar a realidade.

Sentei e chorei. Me questionei inúmeras vezes o que eu poderia fazer para mudar. Questionei o motivo de deixar que me saturem tanto. 

As respostas? Foram as mesmas: não sei. 

Então, só desejei paciência. Sabedoria.

pai

As pessoas costumavam a me contar diferentes histórias sobre o meu pai, mas nenhuma história fora boa o suficiente para me convencer sobre quem ele realmente era. Ouvi alguns boatos sobre o que ele tinha, o que fazia mas ainda sim, não me convencia.
Minha mãe, pouquíssimas vezes tocou no assunto. Acredito que isso deva causar algum desconforto, ou dor. Por esta razão, evito fazer perguntas.
Sinceramente? Dificilmente pensava nele. Ontem que por alguma razão instintiva, me veio um turbilhão de perguntas na cabeça e curiosidades sobre este homem que foi levado pela vida, antes mesmo de eu nascer.
Ontem, refletindo, fiquei cogitando na hipótese de hoje tudo ser mais fácil e melhor. Talvez, minha mãe não tivesse que trabalhar tanto e ficar tão cansada para não deixar que me falte nada. Talvez pudéssemos ser uma família feliz que se reúne aos domingos para almoçar e tê-lo como nosso porto seguro.
As pessoas costumam a julgar e abusar de uma mulher que é mãe solteira. A minha própria família fez isso. Tios, tias, avô, avó. Raramente há respeito, honestidade e compreensão com essas mulheres que lutam tanto para sustentar suas famílias sozinhas. É sempre um julgamento atrás do outro. Talvez se meu pai estivesse vivo, minha mãe não precisasse passar por tanta dificuldade e humilhação. Talvez hoje ela fosse mais feliz e essas pessoas, a respeitassem mais.
Não faço ideia da sensação que é ter um pai, até porque, na verdade nunca senti essa necessidade. Minha mãe sempre soube preencher muito bem esse espaço e me orgulho muito de tudo o que ela já fez por mim. Ela é sensacional e eu, muito grata por tudo.

Mesmo assim, tendo esses devaneios, me bate a curiosidade de como seria ter meu pai por perto. De como seria o sorriso dele e se ele seria aquele pai coruja.
Queria imaginar como é seu rosto, o tom da sua voz. Não consigo imaginar.
Às vezes bate uma saudade vazia… Aquela saudade que nunca existiu, sabe? Uma saudade que você nunca pôde aproveitar nem sequer por 1 segundo da sua vida.

 

começar de novo

Está sempre procurando alguém que faça sua vida andar para frente.
Alguém, que te faça sorrir.
Que te faça bem.

Você sempre quer alguém assim, mas nunca é esse alguém.

Começar de novo, mas agora, com outro alguém.

O tempo passa, ficam sem ter o que dizer e tudo acaba ficando mais distante.

Até que acaba.

 

de coração

Achei que aquela tivesse sido a última vez.

Última vez que senti seu beijo, seu cheiro, seu abraço, suas mãos…

Achei que “nunca mais” fosse a minha aceitação agora. 

Lidar com a saudade de novo – veterana.

Mas aí você voltou e voltou sorrindo. 

Me desmoronei em seu abraço apertado, como se fosse o último, como se fosse o primeiro de muitos.

Pediria pra você ficar para sempre, mas a única eternidade é o amor que a gente planta. Então no lugar, peço para possamos semear e celebrar a vida e a felicidade, juntos.

É o melhor que tenho a oferecer.

desabafo

Oi.
Só para te avisar, estou bem.
Queria te contar que comecei a academia, que tanto falei. Comprei a bolsa maior, que tanto reclamava e tenho feito as unhas com mais frequência. Assuntos banais, onde eu sempre acabava tocando.
Aliás, esse ano tem sido bom, tenho realizado todas as minhas metas e objetivos. Só faltam os sonhos.
Apesar da falta que você está fazendo, estou seguindo a minha vida. Melhor do que eu imaginava.
Não estou triste, nem feliz. “Estável” me descreve melhor no momento.
Perdi pessoas e coisas que jamais imaginei superar. Em troca, a vida me deu pessoas e coisas melhores do que um dia eu já tive.
A minha melhor amiga, ainda é a minha melhor amiga. O que é um alívio, pois não tinha mais esperanças de que tudo pudesse voltar ao normal.
Todos os dias penso em você.
Mas todos os dias tomo como lição que a vida também pode ser muito boa sem você. E é nesses momentos, que te esqueço.
Você  foi muito importante e vai deixar esse vazio por muito tempo.
Mas também não será para sempre.